webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
28/Jun/2017
Tamuz 4, 5777

Sign in with Facebook

Religião Judaica

Ética Judaica

Sobre Ética Judaica nos Negócios

1) O Que é Ética nos Negócios?
2) O que é Responsabilidade Social?
3) Qual é o diferencial da Ética Judaica nos Negócios?

1) O que é Ética nos Negócios?

A Ética nos Negócios refere-se à estrutura de valores que orienta os indivíduos em suas decisões, ao longo de um processo em que se defrontam com um dilema de como se comportar dentro dos seus negócios ou em sua vida profissional.

2) O que é Responsabilidade Social?

"Responsabilidade Social" é o termo dado a decisões políticas tomadas por organizações, que têm um impacto na sociedade como um todo. Temas tais como poluição, política pública, pobreza, educação e o sistema nacional de saúde estão incluídos no termo "Responsabilidade Social". É uma iniciativa estratégica estabelecida pela liderança das organizações, para cumprir com requisitos legais, ganhar o respeito das pessoas, comunidades e do meio ambiente que as circundam.

3) Qual é o diferencial da Ética Judaica nos Negócios?

1. O judaísmo reconhece que os interesses particulares têm um papel importante (mas não único) em assegurar padrões éticos. Os princípios "Ama o teu próximo como a ti mesmo" "Não faça ao próximo o que você não gostaria que fosse feito contigo" e oferecem os aspectos positivos e negativos deste princípio.

2. Diferente de outras tradições, o judaísmo nunca viu a pobreza como uma virtude. Por outro lado, a riqueza sempre foi vista como um desafio. O judaísmo coloca muitas responsabilidades sociais e beneficentes entre os elementos financeiramente mais importantes dentro da sociedade, e realça a necessidade de prevenir contra a exploração dos mais fracos.

3. O Comportamento Moral nos Negócios encoraja relacionamentos de longa duração nos negócios, bem sucedidos e com clientes leais. O judaísmo acrescenta que o imperativo da integridade exige honestidade mesmo quando esta é contrária à vantagem nos negócios.

4. O judaísmo reconhece que a Ética só pode existir onde há uma infra-estrutura legal efetiva e respeitada. Todavia, a Ética vai além da lei e pode ser definida como "Obediência ao que não é forçado".

5. A ambição, embora seja um importante fator motivador da atividade econômica, é também uma fonte de comportamento antiético. Além disso, a incerteza que faz parte da vida leva-nos a acreditar que "mais é melhor do que menos", o que estimula ainda mais o comportamento antiético. O judaísmo apresenta uma "Economia do Suficiente" que restringe ambos os fatores.

Uri Lam, inspirado em artigos do "The Jewish Ethicist"

Fonte: Business Ethics Center of Jerusalem
Indique para um amigo!
Para continuar vendo o conteúdo deste site, você deve estar logado!
Utilize sua conta no Facebook ou feche esta janela.
Sign in with Facebook [Fechar]