webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
01/May/2017
Iyar 5, 5777

Sign in with Facebook

Ciclo de Vida

Brit Milá

Vantagens Médicas para Circuncidar um Récem-Nascido

A ocorrência de cancer testicular é consideravelmente menor entre homens circuncidados do que entre homens não circuncidados.
(New England Journal of Medicine 336; 1244-1245 (1997))

A ocorrência de infecções urinárias e complicações associadas é significantemente menor entre crianças circuncidadas do que entre crianças não circuncidadas.
(Clinical Pediatrics 32; 130-134 (1993))

A ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis (DST) é menor entre homens circuncidados e seus parceiros do que entre homens não circuncidados.
(New England Journal of Medicine 322; 1308-1312(1990))

Possíveis Complicações Advindas da Circuncisão

Hemorragia - Extensivas pesquisas médicas mostram que é altamente improvável que a circuncisão no oitavo dia (ou posterior) causará sangramento profuso. Casos de hemorragia profusa documentados nos jornais médicos americanos, na maioria das vezes, resultaram da retirada do prepúcio no segundo ou terceiro dia de vida da criança, como é comum que se faça nos EUA.

Infecções - Em estudos de centenas de milhares de bebês circuncidados, a incidência de infecções relacionadas foi muito baixa, e poderia ser evitada com o uso de padrões médicos apropriados.

Danos anatômicos - Feridas causadas pela circuncisão são altamente incomuns, já que o procedimento é relativamente simples, e os mohelim (profissionais da circunsisão) usam equipamentos que protegem o órgão. Prejuízo anatômico é raro quando profissionais treinados e experientes realizam o procedimento.

A Halachá considera a saúde do recém-nascido de extremo valor. Portanto, é uma mitzvá que se tomem todas as medidas necessárias para evitar por sua saúde em perigo, incluindo o atraso do dia da circunsisão.

Avanços Médicos e a Prática de Circuncisão

Prevenção de Infecções - os mohelim de hoje aderem às mesmas precauções tomadas por procedimentos médicos equivalentes: esterilização dos instrumentos de trabalho, lavagem das mãos, técnicas específicas de curativo, e uso de materiais adequados para o curativo.

Diminuição da dor causada ao recém-nascido durante a circuncisão - diversos meios são empregados atualmente para reduzir a dor da circuncisão: medicamentos básicos para alívio de dor, contendo paracetimol (e.g. acamol, dexamol, aldolor) na dosagem apropriada (1 cc/ 1 kg do peso da criança, sob orientação médica); anéstesicos tópicos; orientação própria para os pais sobre alimentação do bebê antes e depois da circuncisão; uma gota de vinho, suco de uva, ou água com açucar sugada pelo bebê de uma gase.

Estes são todos os métodos aceitos e efetivos. É duvidoso se a injeção de anestésico diretamente no prepúcio realmente reduz a dor da circuncisão, uma vez que a dor da própria injeção não é necessariamente menor que a da circuncisão.

Prevenção de Hemorragia - Apesar de a circuncisão geralmente causar somente sangramento mínimo, há certos métodos que previnem qualquer sangramento. Um método especial causa a necrose do prepúcio, permitindo sua remoção sem sangramento. Este método, no entanto, não é recomendado, como a tradição judaica requer a remoção de algum sangue no Brit Milá. Adicionalmente, apesar de este procedimento evitar sangramento, a necrose provavelmente aumenta a dor.

Quando a circuncisão é realizada por um mohel certificado familiarizado com os procedimentos médicos, ou por um médico familiarizado com a Lei Judaica, e os pais são devidamente preparados e orientados pelo procedimento, a família da criança se sentirá confiante durante a cerimônia de Brit Milá.

Fonte: Central Pedagógica da Agência Judaica em Israel
Indique para um amigo!
Para continuar vendo o conteúdo deste site, você deve estar logado!
Utilize sua conta no Facebook ou feche esta janela.
Sign in with Facebook [Fechar]