webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
25/Jun/2017
Tamuz 1, 5777

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Pessach

Pessach e Chag HaMatzot - Conceitos

Tópicos interessantes para desenvolvimento:


  • Pessach celebra o nascimento do Povo de Israel, sua independência e renascimento da liberdade. Os Judeus foram redimidos do Egito, libertados da casa da escravidão.

  • Pessach é uma festa nacional: "O Senhor os tirou da fornalha do Egito, para que seham um Povo de Sua herança, como são hoje."

  • O sacrifício de Pessach era individual e comunitário; era comido num grupo. "Uma pessoa não pode celebrar o seder de Pessach sozinha, "deixe os que estejam necessitados virem e celebrarem Pessach."

  • A matzá simboliza a servidão e a liberdade. Não havia tempo para assar o pão para todos no forno. Era o pão da aflição.

  • É lido o Halel em sua integra apenas no primeiro dia (na Diáspora nos dois primeiros dias), já que "não celebramos a queda de nossos inimigos". (considerando que no sétimo dia de Pessach o Povo de Israel atravessou o Mar Vermelho e os egípcios foram afogados).

  • Os sete dias da festa são comparados com os sete dias da criação. (Midrash Shemot Rabá, Parashat Bo)

  • Pessach é a festa da primavera; é a festa da Criação: natureza e humanidade renascem. "As flores aparecem na Terra, o período do canto dos pássaros chegou..." (Shir HaShirim [Cântico dos Cânticos] 2:12).

  • Durante sua escravidão, os Judeus aprenderam que é vergonhoso escravizar aos outros. Este não foi um aprendizado teórico, mas resultado de uma dolorosa experiência. As regras bíblicas extendem-se à obrigação de proteger os estrangeiros.

  • Através do Seder podemos sentir a cada ano o processo de libertação. É fundamental, ainda nos nossos dias, nos prepararmos para a batalha pela libertação de qualquer tipo de opressão.

  • A quinta promessa feita para o povo é: "Eu os levarei para a terra. A redenção da humanidade será possível quando o Povo Judeu estiver em sua terra".

  • "Ha Lachmá Aniá" (o pão dos pobres - matzot) deve nos lembrar que a pobreza ainda existe no mundo, e freqüêntemente próxima de nós. "Deixemos os que estão necessitados virem e celebrarem Pessach conosco".

  • A 'entrada' do Profeta Elias simboliza a iminente redenção que ele nos anunciará. Há pouco tempo atrás, os Judeus aproveitavam este momento para olhar em suas portas se não havia inimigos se aproximando, se as multidões incitadas contra eles não estava esperando por uma oportunidade para atacar. Pessach, na história judaica, foi pretexto por um terrível libelo: a acusação de que os Judeus usavam sangue humano na noite do Seder.

1 2 3 4 5
Somente usuários logados podem avaliar os textos

Indique para um amigo!
Para continuar vendo o conteúdo deste site, você deve estar logado!
Utilize sua conta no Facebook ou feche esta janela.
Sign in with Facebook [Fechar]