webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
30/May/2017
Sivan 5, 5777

Sign in with Facebook

Festas Judaicas (Chaguim)

Sucot

Chol HaMoed - Os Dias Intermediários

Os seis dias entre a festa de Sucot e Shmini Atzeret (cinco na Diáspora), e os cinco dias entre o primeiro e o último dia de Pessach são chamados de chol hamoed.

Os sábios, baseando-se no número de versos na Torá, criaram a regra de que é proibido trabalhar em chol hamoed. No entanto, esta proibição difere da proibição dos dias de festa, que é explicitamente citada na Torá. A determinação de o que é permitido ou não no chol hamoed coube aos nossos sábios.

Qualquer trabalho referente à preparação de comida, para si ou para outrém, é permitido em chol hamoed.

Qualquer forma de trabalho não fisico, que causaria prejuízo se não feito a tempo, é permitida. Entretanto, trabalho que poderia ter sido feito antes do chag, e foi deliberadamente atrasado para o chol hamoed, é proibido.

Se alguem tinha algum trabalho que precisaria fazer, mas não pode por causa das proibições de chol hamoed, e uma pessoa pobre lhe pede para fazer o trabalho e ganhar dinheiro para celebrar a festa, a pessoa pobre está autorizada a realizar o trabalho. (por exemplo, alguém pode dar suas roupas para serem lavadas por uma pessoa pobre lavar em chol hamoed - mesmo ela própria estando proíbida de fazê-lo - para que a pessoa pobre possa ganhar algum dinheiro.

Com exceção de irrigação essencial, e colheita de frutas para uso durante o chol hamoed, qualquer trabalho no campo é proibido em chol hamoed, a não ser que a não realização deste implique em grande perda.

É proibidio cortar o cabelo ou barbear-se. Entretanto, quem não pôde cortar antes do chag (um enlutado, ou recém saído da prisão), pode cortar o cabelo.

É permitido cortar as unhas somente caso também o tenha feito antes do chag. Alinhar as unhas com os dentes é permitido.

É proibido lavar roupas em chol hamoed, a não ser que as roupas sejam necessárias para o chag e foi impossível lavá-las antes. Fraldas podem ser lavadas.

Qualquer necessidade relativa a cuidados médicos, para seres humanos ou animais, é permitida.

Assuntos de negócios não podem ser registrados em chol hamoed, exceto se há temor de que os detalhes do negócio possam ser esquecidos e que isso resultará em perdas no negócio. Correspondências amigáveis, sem menção a negócios, podem ser escritas. Entretanto, devem ser escritas de maneira que seja diferente do comum.

Se alguém pega dinheiro emprestado - mesmo que o dinheiro não é necessário até depois do chag - pode assinar uma nota promissória. Entretanto, caso saiba que poderá assegurar o empréstimo logo após o chag, não poderá fazer a primissória.

Não é permitido mudar de residência em chol hamoed, a não ser que a nova residência seja no mesmo complexo que a anterior. Se o primeiro apartamento era alugado e a mudança é para uma casa própria, a mudança é permitida, uma vez que mudar-se para uma casa própria é fonte de alegria.

As formas de trabalho permitidas em chol hamoed devem ser realizadas com discrição.

A compra e venda de mercadorias é proibida em chol hamoed, a não ser que uma das seguintes condições se aplique:

- O dinheiro lucrado é necessário para satisfazer necessidades do chag;
- Existe a oportunidade de ter um lucro muito maior do que o normal caso o negócio seja realizado normalmente, permitindo que mais gastos sejam feitos com a celebração do chag;

Perda de lucro potencial não dá base para permitir que transações sejam permitidas.

Casamentos não devem ser realizados em durante chol hamoed, para que uma ocasião festiva não se sobreponha a outra. É permitido, entretanto, assumir compromisso de casamento, e escrever o documento de tena'im (assumindo termos do acordo entre as partes).

Em chol hamoed, jejuns e eulogias aos falecidos são proibidos. Se um parente próximo (por quem se faria a shivá) vem a falecer nesses dias, os sete dias de luto serão observados somente após o fim do chag, embora práticas pessoais de luto já começam a ser observadas no chol hamoed ou Iom Tov.

Deve-se ser excessivamente cuidadoso para não realizar nenhum tipo de trabalho proibido. Os sábios disseram: "Aquele que trata o chol hamoed sem atenção, é considerado como se tivesse adorado ídolos." (Pessachim 118b). Também disseram: "Aquele que trata os chaguim sem atenção (incluindo chol hamoed) - mesmo que possua conhecimento da Torá e boas ações - não tem lugar no Olam HaBá (Mundo Vindouro)" (Avot 3:15) Ainda, o chol hamoed deve ser honrado e santificado, evitando-se o trabalho, usando-se roupas boas, comidas e bebidas boas.

Ao visitar a casa de alguém, deve-se cumprimentar os donos da casa com: "Moadim lesimchá" ou "Um bom moed," para honrar a ocasião. Usar o mesmo cumprimento dos dias comuns seria menosprezar o chol hamoed.

Alguns tem o costume de acender velas em cada anoitecer dos dias de chol hamoed, assim como nos de Iom Tov.

Fonte: Chabad.Org
1 2 3 4 5
Somente usuários logados podem avaliar os textos

Indique para um amigo!
Para continuar vendo o conteúdo deste site, você deve estar logado!
Utilize sua conta no Facebook ou feche esta janela.
Sign in with Facebook [Fechar]