webJudaica.Com.Br
Seu portal Judaico na Internet
25/Oct/2014
Cheshvan 1, 5775

E-mail:     Senha: Cadastro

Festas Judaicas (Chaguim)

Shabat

ABC do Kabalat Shabat

A chave para uma experiência significativa do Shabat é que não se sinta como se fosse "apenas mais um dia". Mais que isso, queremos criar um clima especial. Isto significa nos vestirmos com nossas roupas mais bonitas (ou favoritas), comprarmos ou prepararmos nossa comida predileta, e nos sentarmos por um tempo ininterrupto para refletir e apreciar o que nossas vidas realmente significam.

Como rompemos nossa rotina diária e entramos num estado de espírito de Shabat? A chave é remover as distrações externas. Se você está apenas começando, tente passar toda uma sexta-feira a noite sem divertimentos enlatados: sem TV, rádio ou filmes. Se você é realmente corajoso, sem telefone também! Isso ajuda a retirar-nos do ciclo diário comum, e propulsiona à "dimensão do Shabat".

Aqui estão os passos básicos para transformar a sexta-feira a noite em Shabat.

1) Acendimento das Velas. A imagem da mulher judia acendendo suas velas de Shabat é um símbolo antiquíssimo do judaísmo. Dezoito minutos antes do pôr-do-sol acendemos as velas, convidando a paz e a harmonia ao lar, iluminando a atmosfera com iluminação física e espiritual.

O acendimento das velas traz paz, calor e um brilho especial de Shabat ao lar. Acenda as velas antes do pôr-do-sol - verifique no jornal pelo horário, ou peça em sua sinagoga por uma tabela de horários anual. Você pode comprar uma caixa de velas brancas para o Shabat em qualquer supermercado. Você precisa acender apenas uma, apesar de o costume ser acender duas.

2) Serviços Vespertinos. As melodias das rezas do Kabalat Shabat dão as boas vindas ao Shabat com profunda reverência e alegria. Danças típicas sempre eclodem quando abraçamos o espírito do Shabat, próximos a nossos companheiros judeus num dia de descanço, santidade, boa comida e música.

3) Shalom Aleichem. Uma vez reunidos na bela mesa de Shabat, cantamos "Shalom Aleichem". Esta música saúda os anjos que acompanham uma pessoa da sinagoga até sua casa, na medida em que procuramos sua benção para um bom Shabat.

4) Eshet Chayil. Há muitos níveis de significado para esta bela canção que louva a mulher judia que completa e cuidade de sua família, é bondosa para com os pobres e necessitados e temerosa à D'us. O Shabat também é comparado a uma noiva ou rainha, e por isso esta canção também louva o Shabat.

5) Abençoando as Crianças. Logo antes do Kidush, muitos pais abençoam seus filhos para que tenham saúde e força no caminho traçado por nossos ancestrais.

6) Kidush. Todos se levantam enquanto o líder da casa ergue uma taça de vinho ou suco de uva, para santificar o Shabat, lembrando que "em seis dias, D'us criou o os céus e a terra - e no Shabat, Ele descansou."

Nossa semana é cheia de trabalho e criações, mas o Shabat é o dia de descanso e reflexão. Kidush literalmente significa ffazer um distinção, elevar algo físico e torná-lo espiritual. Ao recitar o Kidush, estamos elevando não somente a taça de vinho, mas o próprio dia do Shabat.

7) Ablução das mãos. Lavamos nossas mãos para nos purificarmos antes de quebrar o pão. Primeiro retiramos todos os anéis, já que a água deve cobrir nossas mãos por inteiro, e então dizemos a benção.

8) HaMotzi. Duas chalot são colocadas num prato ou bandeja, cobertas com uma toalha decorativa sobre a mesa. Os dois pedaços de pão simbolizam a porção dupla de maná, que caia do céu a cada sexta-feira quando os judeus estavam no deserto saindo do Egito. Depois da benção, o chefe da família corta a chalá para todos e a serve. Colocamos sal no pão por que o sal é um conservante, simbolizando que esta refeição não é mais somente uma experiência transitória, mas um momento que durará para a eternidade.

9) Refeição Festiva. Um jantar tradicional de sexta-feira a noite usualmente incluir vários pratos: peixe, soupa, prato principal e sobremesa. É hora de gozar da companhia de cada um enquanto partilha-se da deliciosa comida de Shabat. Cada família ou círculo de amigos cria suas próprias tradições de sexta-feira à noite, que incluem músicas de Shabat, palavras da Torá, histórias para crianças, e tempo para as crianças compartilharem com a família o que aprenderam na escola sobre a porção semanal da Torá.

10) Dvar Torá. Literalmente "uma palavra da Torá", o Dvar Torá é o que realmente separa a mesa de Shabat de qualquer outra "festa divertida com jantar". Escolha um tópico que seja profundo e relevante, e discuta-o à mesa.

11) Músicas. Todos lembramos nossas músicas favoritas dos tempos de escola judaica ou acampamentos de verão. A mística diz que "a música e a expressão de uma alma excitada". A música é relaxante e capaz de causar uma imersão na experiência do Shabat. Além disso, caso hajam crianças ao redor, elas adorarão. E não se preocupe se não puder acompanhar as palavras - é a melodia e o ritmo que lhe trarão a maior ascensão espiritual.

12) Benção após Refeições. Depois da saborosa e farta refeição de Shabat, agradecemos a D'us recitando o Bircat HaMazon (Benção após as Refeições). Preparamo-nos para a benção molhando as pontas de nossos dedos com água, chamada Mayim Acharonim, que é usualmente passada para todos na mesa.

Shabat Shalom!

Fonte: Aish HaTorah
1 2 3 4 5
Somente usuários logados podem avaliar os textos

Indique para um amigo!